História

A Fazenda das Cabras surgiu em 1820, da divisão da Sesmaria do Sertão. Inicialmente destinada à criação de gado, a fazenda transformou-se em produtora de café no século 19. Em 1877, foram construídos o núcleo industrial e outras edificações vinculadas à produção cafeeira: tulha, casa das máquinas e armazéns. A casa sede foi erguida em 1883 e seu requinte colonial perdura até os dias de hoje.

Para dar utilização às construções, os proprietários decidiram aproveitar o ótimo estado de conservação dos prédios do pólo industrial e a paisagem natural privilegiada para dar função, a partir de 2007, em espaço de locação para eventos, tais como casamentos, reuniões corporativas e ecopedagógicas.

Ao longo dos últimos 20 anos, um cuidadoso processo de reflorestamento vem sendo realizado na propriedade. Além do plantio de ampla variedade de árvores nativas, espécies raras também integram o acervo botânico.

Em 2001, a região de Joaquim Egídio, do qual a fazenda faz parte, foi transformado em Área de Proteção Ambiental (APA), que permite a ocupação humana e o uso sustentável dos recursos naturais. Desta forma, busca-se harmonizar a conservação ambiental com as necessidades da comunidade local.

Alterar Senha
Por favor entre com seu endereço de email. Vocês irá receber uma nova senha via e-mail.